A Morte de Pollyanna

Espantou-me a quantidade de pessoas chocadas com o ocorrido hoje no senado. A única coisa que estava fora do esperado, foi a decisão do Flávio Arns de se desligar do PT, mas não pela decisão em si, mas sim pelo tempo que o nobre senador levou para descobrir que as legendas do partido mudaram bastante desde 2002.

A quantidade de manifestos de pessoas indignadas que ouvi e li por aí me levou a seguinte pergunta: fui eu quem pus um dos meus pés no niilismo, ou eu passei a vida cercado de Pollyannas sem saber?

Só precisei de cinco minutos para descobrir que as Pollyannas abundavam, mas hoje houve um verdadeiro suicídio coletivo entre elas. O “Jogo do Contente” não faz o menor sentido para quem acompanha a política nacional.

Anúncios

One Response to A Morte de Pollyanna

  1. Tom disse:

    que isso! está menosprezando o poder do jogo… basta dizer que agora, pelo menos, as intenções de determinadas emissoras e grupos de notícias estão com seus interesses mais evidentes… a coisa está mais preto no branco, ‘agora’ sabemos com quem estamos lidando… (hahahahahahahaha – gargalhada não controlada).

    contudo, gostaria de salientar, para apimentar por esta vertente, que virá logo em breve propostas de mudanças nas regras de concessão da radiodifusão… isso, sim, dá mais sentido aos ataques atuais… tipo: “tá vendo meu muque? quer bater queda-de-braço comigo? olha o que eu posso fazer se tu não seguir meu roteiro?”

    depois me apresenta esse monte de Pollyanas… adoro comer carne mal passada no café da manhã! hahahahahahahaha

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: